Sobre o Instituto

“Um grupo de pesquisa, formação e ação, que é a “ponta de lança” de uma pedagogia, que busca a reconstrução do ser humano em sua globalidade e em integração com a natureza”.

 

“É portanto, um processo interativo de articulação, retransmissão e implementação de conhecimentos transdisciplinares, transpessoais e transculturais (transferabilidade), possibilitando a integração de uma tripla competência: O conhecimento científico, o conhecimento tradicional não-acadêmico e a interface entre os dois".

 

“A dimensão iniciática (Espiritual) e o conhecimento científico, passam a ter um sentido único somente quando articuladas com a vida cotidiana, pessoal e profissional. A proposta, entretanto, não é o desenvolvimento de técnicas ou a aquisição de conhecimentos teóricos e experienciais, mas a inclusão do sujeito em sua própria singularidade, permitindo um desenvolvimento interior da pessoa. Neste sentido, as competências adquiridas tornam-se transferíveis, na medida em que elas constroem o humano para além da aquisição de um ofício”.

Membros

Américo Sommerman

americo@iedih.com

Professor Colaborador

 

Atravessou alguns campos do universo acadêmico (Ciências da Educação, Filosofia e Difusão do Conhecimento) e das tradições de sabedoria (inclusive práticas corporais como o Kung Fu), tendo traduzido e/ou publicado algumas obras de referência para as tradições ocidentais (obras de Jacob Boehme, tratados de Plotino, o Sêfer há-Zohar, etc.). Em suas pesquisas de mestrado e doutorado procurou verificar como esses campos atualmente separados do conhecimento podem ser articulados pela interdisciplinaridade e, mais especificamente, pela transdisciplinaridade.

Diretor de Ensino e Pesquisa

 

Sua pesquisa, em mais de 40 anos, o levou a aprofundar um grande número de disciplinas científicas (Medicina, Educação, Meio Ambiente, Antropologia...) e não-acadêmicas (Kabbalah, Taoísmo, Alquimia, iniciação da Cavalaria ...) à procura de um modelo isomórfico (interface) transcultural, transpessoal e transdisciplinar. Esta busca por uma invariância antropológica reflete-se em diferentes níveis de realidade, com uma visão integradora, plural, interativa e global, possibilitando muitas áreas de aplicação. Esta abordagem, ao mesmo tempo científica e iniciática, é  considerada parte da "perennis philosophia" (filosofia perene ou eterna, equivalente da tradição "polar") que se expressa no Platonismo e no neo-Platonismo, no Vedanta, Sufismo, Taoísmo, na Cabala, Alquimia ou na Iniciação  da Cavalaria como na Transdisciplinaridade moderna.

Fábio Di Fiore

fabio@iedih.com

Produtor Colaborador

 

Formado em comunicação social, é diretor e produtor independente de cinema. É também artista plástico, músico e praticante de Judô há 31 anos. 

© 2019 por Iedih

  • facebook-square
  • youtube-square