A INICIAÇÃO DA CAVALARIA

"Como descobrir seu próprio Brasão"

com Patrick Paul

DATAS: 18, 19 e 20 de Outubro de 2019

(O Curso se inicia na sexta-feira dia 18

às 18h, e será finalizado no domingo

dia 20 as 16h)

LOCAL: Recanto Sagrado Coração - Rodovia Henrique Eroles 995 (Bairro Freguesia da Escada Km 80) - Guararema - SP
Site do local: www.msc.com.br (1:15h min de São Paulo via Ayrton Senna)

VALOR: Hospedagem e alimentação: R$ 240,00 (tudo incluso)

Curso: R$ 560,00.
Total: 800,00 

Obs. (o valor da hospedagem e alimentação serão pagos diretamente no local)
* levar travesseiro, jogo de cama e toalha de banho)

     
 

"O Brasão manifesta, no escudo, a proteção e a capacidade de ação do cavaleiro. É uma representação simbólica da força da sua alma, é a expressão de um destino único"

Ao se construir um brasão com os símbolos que mais tem significado para cada pessoa, entramos em contato com o mais profundo de nosso ser. O brasão se torna assim nosso próprio emblema pessoal, a imagem visível das forças com que podemos contar e um lembrete sempre presente das metas que deverão orientar nossa existência.

 

Instrumento inestimável de autoconhecimento, o brasão é de imensa valia nas grandes escolhas de nossa existência. Ele nos revela as forças singulares e as forças universais que nos habitam. Com a sua confecção, elas se tornam conscientes, e se transformam em luzes atuantes a clarear nosso caminho.

Iremos construir a forma geométrica de nossos brasões com suas cores e mobiliário, em busca das potências vitais que nos animam, até onde, no mais profundo em nós, inscrevem-se as letras de fogo. 

Patrick Paul tem acompanhado grupos sobre o Brasão por mais de 30 anos. Centenas de pessoas já participaram deste workshop tanto na França como no Brasil. ​É autor dos livros "O segredo do Graal" Vol.1 Perceval e a Via da Liberação - Editora Polar 2017; Vol.2 Gauvain e a Via da Ilusão - Editora Polar - Lançamento 2018.

 

O Brasão é confeccionado em um lugar próximo à natureza para favorecer suaconfecção. Durante esse trabalho, serão propostas atividades como:- partilha do imaginário coletivo do grupo relacionado à cavalaria, aos cavaleiros da Távola Redonda e à busca do Graal;- uma reflexão sobre a ética de cavalaria na partilha das experiências da vida;- prática de meditação silenciosa;- caminhadas de percepção junto à natureza;- realização de exercícios de meditação ativa, com sonhos despertos.

 

São sete as cores admitidas na heráldica: negro [sable], branco [é melhor usar canetas de prata], amarelo [é melhor usar canetas de “ouro”], vermelho vivo [gueules], verde luminoso [sinople], azul celeste [azul] e o púrpura.

O BRASÃO

© 2019 por Iedih

  • facebook-square
  • youtube-square